10

dez

2020

Covid-19: HM atinge 100% de ocupação nos leitos sem respiradores

Postado por: keller stocco

O Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” atingiu 100% de ocupação dos leitos sem respiradores destinado aos pacientes com Covid-19, em Americana. A informação foi divulgada na tarde de hoje (10) pela assessoria de imprensa da prefeitura. A ocupação de leitos apenas no HM é a seguinte: 47% com respiradores (de 17 no total, 8 estão ocupados) e 100% sem respiradores (de 18 no total, 18 estão ocupados). Já em relação a todas as unidades de saúde do município, a ocupação de leitos destinados exclusivamente para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 é de 43% com respiradores (de 56 no total, 24 estão ocupados) e de 49% sem respiradores (de 71 no total, 35 estão ocupados).

Ainda nesta quinta-feira, foram registrados mais 32 novos casos da doença. Agora, são 7.166 casos positivos, sendo 185 óbitos, 17 internados, 258 em isolamento domiciliar e 6.706 recuperados; 215 suspeitos, sendo 23 internados em hospitais e 192 em isolamento domiciliar; além de 11.641 descartados.


VEJA MAIS

0 Comentários

08

dez

2020

Americana envia morcegos mortos para análise de raiva

Postado por: keller stocco

Entre os dias 26 de outubro e 8 de dezembro, o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Americana enviou ao Instituto Pasteur, de São Paulo, 13 morcegos para análise, os quais haviam sido encontrados mortos por moradores de diversas regiões do município. No dia 26 de outubro, um morador da Rua Tanzânia, no Parque das Nações, encontrou um morcego morto, que posteriormente teve confirmada a presença do vírus rábico pelo Instituto.

Apesar da alta incidência, não há motivo para pânico, uma vez que durante o verão é comum o surgimento de morcegos na área urbana. Segundo explicou a técnica responsável e coordenadora do CCZ, a médica veterinária Aneli Marques Neves Conceição, esse é o período de reprodução, sendo que muitos acabam não conseguindo retornar aos respectivos abrigos, o que resulta em mais quedas. “Nos meses de novembro, dezembro, janeiro e fevereiro são os meses onde a gente mais encaminha amostras ao laboratório, porque é o período de reprodução dos morcegos, acaba que alguns morcegos filhotes saem dos abrigos para se alimentar e não conseguem retornar, acabam caindo no chão ou nos quintais, favorecendo a ocorrência, inclusive, de serem atacados por cães e gatos”, esclareceu.

Os 13 morcegos foram localizados nos bairros Santa Catarina, Novo Mundo (dois exemplares), Chácara Machadinho, Parque das Nações (dois exemplares), Parque da Liberdade, Iate Clube de Campinas (três exemplares), Jaguari (dois exemplares) e Vila Jones. O CCZ ainda aguarda o laudo do laboratório paulista de referência, sobre a possível presença do vírus da raiva nesses animais. Aneli destacou que o morcego é um animal silvestre, protegido por lei e que desenvolve um papel muito importante na natureza, principalmente na disseminação de sementes.

Diante da confirmação sobre a presença do vírus rábico em um desses animais, uma equipe de agentes do setor realiza uma atividade junto aos imóveis, situados num raio de 500 metros do local onde o animal foi encontrado. Esta ação, preconizada pelo Ministério da Saúde, consiste no monitoramento da circulação viral, além da distribuição de material educativo, esclarecimento aos moradores sobre o quê fazer em caso de se deparar com um morcego na residência, além do reforço quanto à necessidade da população manter em dia a vacinação antirrábica dos cães e gatos. “Todo cão e gato deve tomar uma dose da vacina da raiva por ano. Isto é uma responsabilidade do proprietário, é um cuidado básico que protege tanto a saúde dos animais quanto da população humana”, frisou.

Americana, até hoje, não registrou nenhum caso de raiva humana, apenas a circulação do vírus em animais. Em 1996 um gato contaminado foi encontrado no Iate Clube de Campinas; em 2002, um cavalo testou positivo no Clube dos Cavaleiros; no ano 2003 um morcego, na Vila Bertini; em 2018 foram dois morcegos, sendo um no bairro Antônio Zanaga e outro no Jardim Nossa Senhora do Carmo e em 2020, mais dois morcegos, sendo um no Balneário Riviera (Região da Praia Azul) e outro no bairro Parque das Nações. De acordo com o CCZ, os últimos animais testados positivamente para o vírus rábico não tiveram contato com seres humanos e animais domésticos.

Fonte e imagem: Assessoria de imprensa


VEJA MAIS

0 Comentários

07

dez

2020

Covid-19: Vacinação no estado de SP começa dia 25 de janeiro

Postado por: keller stocco

O governo de São Paulo anunciou hoje (7) que a vacinação contra a Covid-19, começará a partir do dia 25 de janeiro de 2021 em profissionais de saúde, indígenas e quilombolas de todo o estado. Produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, a Coronavac ainda está na terceira fase de teste, em que a eficácia precisa ser comprovada antes de ser liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo o anúncio, cada indivíduo receberá duas doses. O cronograma foi dividido em cinco fases e inclui a população com 60 anos ou mais. Idosos com mais de 75 anos também fazem parte do grupo prioritário, e serão o segundo grupo a receber a vacina. A primeira dose, para essa população, está prevista para ocorrer a partir do dia 8 de fevereiro. Segundo o governo, 9 milhões de pessoas serão vacinadas na primeira fase da campanha. A vacina, será oferecida de forma gratuita em 10 mil pontos de vacinação, como postos de saúde, farmácias, escolas, quartéis da PM, estações de trem, terminais de ônibus, farmácias e sistema drive-thru.

CRONOGRAMA

Trabalhadores da saúde, indígenas e quilombolas: 25 de janeiro – primeira dose / 15 de fevereiro – segunda dose

Idosos acima dos 75 anos: 8 de fevereiro – primeira dose / 1º de março – segunda dose

Idosos de 70 a 74 anos: 15 de fevereiro – primeira dose / 8 de março – segunda dose

Idosos de 65 anos a 69 anos: 22 de fevereiro – primeira dose / 15 de março – segunda dose

Idosos de 60 a 64 anos:  1º março – primeira dose/ 22 de março – segunda dose


VEJA MAIS

0 Comentários

03

dez

2020

Americana registra segundo caso de raiva em morcego

Postado por: keller stocco

Americana registrou o segundo caso de raiva em morcego nesse ano. Na tarde de hoje (3), a prefeitura divulgou a seguinte nota na tarde de hoje (3):

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, um morador do bairro Parque das Nações localizou um morcego morto na Rua Tanzânia, no dia 26 de outubro. Ele foi encaminhado ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), que por sua vez o enviou ao Instituto Pasteur, de São Paulo, laboratório de referência que confirmou a presença do vírus da Raiva. Diante da confirmação, uma equipe de agentes de saúde desencadeou uma atividade educativa junto aos moradores de aproximadamente 1.300 imóveis, localizados num raio de 500 metros do local onde o animal foi encontrado. A ação consiste na distribuição de material educativo, esclarecimento aos moradores sobre o quê fazer em caso de se deparar com um morcego no quintal, além do reforço quanto à necessidade da população manter em dia a vacinação antirrábica dos cães e gatos. Ainda de acordo com o setor, não há registro de contatos com humanos e nem animais, provenientes desse animal encontrado. Por essa razão as atividades, que são preconizadas pelo Ministério da Saúde, são feitas com o objetivo de monitorar a circulação viral, já que o fato de um morcego testar positivo significa que o vírus está em circulação no município.

Casos no município

1996 – Gato (Iate Clube de Campinas)

12/8/2002 – Cavalo (Clube dos Cavaleiros)

30/05/2003 – Morcego (Vila Bertini)

19/04/2018 – Morcego (Antônio Zanaga 1)

04/07/2018 – Morcego (Jardim Nossa Senhora do Carmo)

16/03/2020 – Morcego (Balneário Riviera)

26/10/2020 – Morcego (Parque das Nações)


VEJA MAIS

0 Comentários

02

dez

2020

Covid-19: Vacinação terá quatro fases

Postado por: keller stocco

O plano nacional de vacinação contra a covid-19 terá quatro fases. Em cada etapa serão atendidos determinados tipos de públicos, escolhidos a partir do risco da evolução para quadros graves diante da infecção, da exposição ao vírus e de aspectos epidemiológicos da manifestação da pandemia no país.

A proposta preliminar foi discutida em reunião realizada hoje (1º) com a participação do Ministério da Saúde e outras instituições, como a Fundação Oswaldo Cruz, o Instituto Butantan, o Instituto Tecnológico do Paraná e conselhos nacionais de secretários estaduais (Conass) e municipais (Conasems) de saúde.

A primeira fase terá como prioridade trabalhadores de saúde, pessoas de 75 anos ou mais e idosos em instituições de longa permanência (como asilos), bem como povos indígenas. Na segunda fase a imunização será focada nos idosos de 60 a 74 anos. Pacientes a partir de 60 anos são considerados grupo de risco pelo risco maior da contaminação evoluir para uma morte.

Na terceira fase estarão pessoas com comorbidades, condições médicas que também favorecem um agravamento do quadro a partir da covid-19. Entre as doenças crônicas incluídas neste grupo estão as cardiopatias e doenças renais crônicas.

A quarta fase vai focar em professores, forças de segurança, trabalhadores do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade. O conjunto destes segmentos soma 109,5 milhões de pessoas, que deverão receber, cada um, duas doses. No comunicado do Ministério sobre a reunião não há informações sobre o restante da população.

O Brasil já firmou acordo para compra de 100,4 milhões de doses com o consórcio Oxford/Astrazeneca e 42,5 milhões no âmbito do grupo Covax Facility, que reúne governos e empresas de diversos países.

De acordo com o ministério, o planejamento apresentado pode sofrer alterações no decorrer dos debates sobre o esforço de imunização contra a covid-19. Os representantes da pasta informaram durante a reunião que estão negociando a aquisição de mais seringas e agulhas. O órgão está providenciando a aquisição de 300 milhões de seringas no mercado nacional e 40 milhões no internacional.

O Ministério da Saúde manteve reunião nas últimas semanas com outros grupos desenvolvendo vacinas, como Pfizer e Biontech (EUA e Alemanha), Instituto Gamaleya (Rússia), Baharat Biontech (covaxin).

Governo estaduais firmaram parcerias próprias, como o de São Paulo com Sinovac para a Coronavac e os governos do Paraná e da Bahia com o Instituto Gamaleya para a Sputinik V, mas não houve anúncio de planos específicos. Nenhuma destas vacinas obteve ainda a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  Fonte: Agência Brasil


VEJA MAIS

0 Comentários

30

nov

2020

Covid-19: Americana registra três óbitos

Postado por: keller stocco

A Prefeitura de Americana, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou nesta hoje (30) que foram registrados mais três óbitos por Covid-19, totalizando 179 mortes causadas pela doença. As vítimas faleceram no Hospital Municipal (HM): uma mulher de 40 anos, moradora na Praia Azul, morreu no último dia 26, e era imunodeprimida; um idoso de 82 anos, do Parque das Nações, que morreu no sábado (28), e não tinha comorbidades informadas; e um homem de 54 anos, do Vale das Nogueiras, que também  faleceu no dia 28, e tinha diabetes. Ainda nesta segunda-feira, foram confirmados mais 79 casos positivos. Agora, o município tem 6.732 casos positivos, sendo 179 óbitos, 17 internados, 149 em isolamento domiciliar e 6.387 recuperados; 203 suspeitos, sendo dois óbitos, 23 internados em hospitais e 178 em isolamento domiciliar; além de 10.911 descartados.

OCUPAÇÃO DE LEITOS

A Secretaria de Saúde também informou hoje, que a ocupação de leitos destinados exclusivamente para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 é de 34% com respiradores (de 56 no total, 19 estão ocupados) e de 37% sem respiradores (de 71 no total, 26 estão ocupados). Esse percentual leva em consideração todos os leitos do município, tanto do HM, quanto dos hospitais particulares. A mudança no total de leitos sem respiradores se deve ao aumento de leitos em um dos hospitais particulares do município. A ocupação de leitos apenas no Hospital Municipal é a seguinte: 35% com respiradores (de 17 no total, 6 estão ocupados) e 50% sem respiradores (de 18 no total, 9 estão ocupados). A ocupação de leitos em cada um dos hospitais particulares de Americana está disponível no site: www.americana.sp.gov.br/coronavirus. Ressalta-se que os dados do boletim da Vigilância Epidemiológica com relação aos internados podem ser divergentes dos dados de ocupação de leitos em razão de alguns fatores. O principal deles é que o boletim registra apenas os casos de residentes em Americana e a ocupação de leitos pode ser de pessoas que não residem no município, por isso, não constam no boletim. Outras situações são o tempo de notificação oficial do paciente internado e ocorrências de altas ou óbitos.


VEJA MAIS

0 Comentários

24

nov

2020

Covid-19: Americana registra quatro óbitos

Postado por: keller stocco

A Prefeitura de Americana informou hoje (24) que foram registrados quatro óbitos por Covid-19. As vítimas são um homem de 36 anos, morador do Jardim América, faleceu no último dia 15  no Hospital Municipal (HM), e era hipertenso; um homem de 54 anos, morador do Parque das Nações, que morreu na sexta-feira (20), em um hospital particular, e era cardíaco; uma mulher de 53 anos, moradora do São Jerônimo, faleceu no sábado (21) no HM, e era cardíaca; e uma mulher de 43 anos, moradora do Zanaga, que morreu no domingo (22), no HM, e não foi informado se tinha comorbidades. Em razão do aumento do número de casos, as divulgações voltam a ser feitas diariamente. O boletim atualizado ainda registrou 74 novos casos. Agora, o município tem 6.525 casos positivos, sendo 175 óbitos, 12 internados, 112 em isolamento domiciliar e 6.226 recuperados; 130 suspeitos, sendo 10 internados e 120 em isolamento domiciliar; além de 10.448 casos descartados.

Ocupação de leitos

A Secretaria de Saúde de Americana ainda informou que a ocupação de leitos destinados exclusivamente para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 é de 25% com respiradores (de 56 no total, 14 estão ocupados) e de 29% sem respiradores (de 61 no total, 18 estão ocupados). Esse percentual leva em consideração todos os leitos do município, tanto do HM, quanto dos hospitais particulares.
A ocupação de leitos apenas no HM é de 47% com respiradores (de 17 no total, 8 estão ocupados) e 61% sem respiradores (de 18 no total, 11 estão ocupados). A ocupação de leitos em cada um dos hospitais particulares de Americana está disponível no www.americana.sp.gov.br/coronavirus. Ressalta-se que os dados do boletim da Vigilância Epidemiológica com relação aos internados podem ser divergentes dos dados de ocupação de leitos em razão de alguns fatores. O principal deles é que o boletim registra apenas os casos de residentes em Americana e a ocupação de leitos pode ser de pessoas que não residem no município, por isso, não constam no boletim. Outras situações são o tempo de notificação oficial do paciente internado e ocorrências de altas ou óbitos.


VEJA MAIS

0 Comentários

19

nov

2020

Governo de SP determina que hospitais mantenham leitos para pacientes com Covid-19

Postado por: keller stocco

Após o aumento do número de internações por Covid-19, o governo do estado de São Paulo, anunciou hoje (19) que assinará um decreto determinando que os hospitais não desmobilizem os leitos que foram criados para atender exclusivamente pacientes de coronavírus. Além disso, também serão suspensos os novos agendamentos de cirurgias eletivas de outras doenças, aquelas de casos que não são considerados emergenciais. Os atendimentos haviam sido retomados nos meses anteriores, quando houve queda dos indicadores da Covid-19. Em Americana, a prefeitura deve atualizar as informações sobre a doença ainda nesta quinta-feira.

Atualização: Por volta das 16h de hoje, a assessoria de imprensa da prefeitura de Americana divulgou a seguinte nota:

A Prefeitura de Americana, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou nesta quinta-feira (19) a atualização semanal da Covid-19. Foi registrado um óbito de uma mulher de 59 anos, moradora do Jardim Guanabara, no dia 11 de novembro no Hospital Municipal, que tinha diabetes.
Novos positivos
O boletim atualizado trouxe ainda 125 novos resultados positivos de Covid-19, sendo 81 após realização de exames PCR e 44 após realização de testes rápidos. 
Novos suspeitos
Americana também registrou 139 novos casos suspeitos de Covid-19, sendo um óbito, 11 pacientes internados e 127 que estão em isolamento domiciliar aguardando os resultados de exames PCR.
Quadro geral
O quadro geral da Covid-19 em Americana é o seguinte: 6.448 casos positivos, sendo 171 óbitos, 12 internados, 98 em isolamento domiciliar e 6.167 recuperados; 139 casos suspeitos aguardam resultados de exames, sendo um óbito, 11 internados em hospitais e 127 em isolamento domiciliar. Além disso, o município contabiliza agora 10.176 casos que eram considerados suspeitos, mas que já foram descartados pelo resultado de exame negativo.
Ocupação de leitos
A Secretaria de Saúde de Americana informou, nesta quinta-feira (19), que a ocupação de leitos destinados exclusivamente para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 é de 14% com respiradores (de 56 no total, 8 estão ocupados) e de 25% sem respiradores (de 61 no total, 15 estão ocupados). Esse percentual leva em consideração todos os leitos do município, tanto do Hospital Municipal, quanto dos hospitais particulares. 
A ocupação de leitos apenas no Hospital Municipal é a seguinte: 35% com respiradores (de 17 no total, 6 estão ocupados) e 50% sem respiradores (de 18 no total, 9 estão ocupados). A ocupação de leitos em cada um dos hospitais particulares de Americana está disponível no site: www.americana.sp.gov.br/coronavirus
 
Ressalta-se que os dados do boletim da Vigilância Epidemiológica com relação aos internados podem ser divergentes dos dados de ocupação de leitos em razão de alguns fatores. O principal deles é que o boletim registra apenas os casos de residentes em Americana e a ocupação de leitos pode ser de pessoas que não residem no município, por isso, não constam no boletim. Outras situações são o tempo de notificação oficial do paciente internado e ocorrências de altas ou óbitos.
 

 


VEJA MAIS

0 Comentários

16

nov

2020

Governo de SP pode adotar medidas mais restritivas na quarentena

Postado por: keller stocco

O governo de São Paulo admitiu hoje (16) que ocorre um aumento nas internações por Covid-19 no estado. Na última semana epidemiológica, que vai do dia 8 ao dia 14 de novembro, as internações de casos suspeitos e confirmados cresceram 18% em relação à semana anterior: a média diária das novas internações subiu de 859 para 1.009. O total de casos novos por semana, que estava em queda, ficou estável no estado de SP em relação à semana anterior. O Plano São Paulo, que regulamenta os estágios da quarentena nas diversas regiões do estado, estabelecendo medidas mais duras ou leves de acordo com os indicadores de saúde de cada local, não será atualizado nesta semana. Segundo o governo, a mudança não será feita por conta da falha nos dados do Ministério da Saúde que impactou os dados de mortes por Covid-19 em São Paulo na última semana. Segundo o secretário de saúde estadual, Jean Gorinchteyn, se os indicadores de saúde continuarem a crescer, medidas mais restritivas na quarentena poderão ser adotadas. Já o governador João Doria (PSDB), afirma que a reclassificação da quarentena foi adiada por “cautela”. A nova atualização deve acontecer no próximo dia 30.


VEJA MAIS

0 Comentários

16

nov

2020

Banco de Sangue do HM precisa de O negativo

Postado por: keller stocco

O banco de sangue do Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” necessita com urgência de sangue tipo O negativo, mas todos os outros tipos sanguíneos também são necessários. Para evitar aglomeração e garantir que a doação seja realizada com segurança, a instituição está agendando a coleta por meio do aplicativo “Sangue Amigo”, que pode ser baixado nos sistemas IOS e Android. A doação também pode ser agendada diretamente pelo telefone 3468-1739. É muito importante que os doadores compareçam no dia e horário agendados, uma vez que não é possível substituí-los por outros. Se não for possível comparecer no horário agendado, o setor pede para que o doador ligue com antecedência e solicite o cancelamento, pois dessa forma será possível oferecer o horário na agenda a outros doadores. Para quem faz uso de algum medicamento, é fundamental ligar antes e informar o setor. No momento da doação é preciso levar um documento original com foto. O banco de sangue está localizado na Avenida da Saúde, nº 415, no Jardim Nossa Senhora de Fátima.


VEJA MAIS

0 Comentários

POSTS RECENTES

Páginas:«123456789...51»