02

mai

2019

MORADOR DO SANTA MARIA MORRE COM SUSPEITA DE DENGUE EM AMERICANA

Postado por: keller stocco

Um aposentado de 79 anos morreu na manhã de quarta-feira (1) com suspeita de dengue, em Americana. Geraldo Alves de Oliveira estava internado no Hospital Unimed. Ele morava na Vila Santa Maria, era casado e tinha 7 filhos. O corpo foi sepultado na manhã desta quinta-feira (2) no Cemitério da Saudade, em Americana.

CASOS POSITIVOS:

A assessoria de imprensa da prefeitura de Americana informou na manhã desta quinta (2) que o número de casos positivos de dengue chegou a 1251 nesse ano. Os bairros com maior incidência da doença são Zanaga, Jardim América II, Jardim da Paz, Nova Carioba, Santa Catarina, São Domingos, São Jerônimo, São Manoel e Vila Santa Maria.

 


VEJA MAIS

0 Comentários

29

abr

2019

SOBE PARA 1231 O NÚMERO DE CASOS DE DENGUE EM AMERICANA

Postado por: keller stocco

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Americana informou no começo da tarde desta segunda-feira (29), que subiu para 1231 o número de casos positivos de dengue. Os bairros com maior incidência da doença são Antonio Zanaga, Jardim da Paz, Jardim América II, Nova Carioba, São Manoel, São Jerômino, São Domingos e Santa Maria. Já o número de casos suspeitos chega 2476.

 E a Vigilância Epidemiológica informa que os dois casos suspeitos de Chikungunya que estavam em andamento tiveram resultado negativo para a doença.

Uma mulher de 30 anos, moradora do bairro Cordenonsi, teve o exame descartado para a doença.

Já uma adolescente de17 anos, moradora do bairro Vila Santa Maria,  teve o exame confirmado para dengue.


VEJA MAIS

0 Comentários

27

abr

2019

SUPERLOTAÇÃO OBRIGA HOSPITAL DA PUC SUSPENDER CIRURGIAS

Postado por: keller stocco

O Hospital da PUC-Campinas informou na tarde desta sexta-feira (26) que os prontos-socorros adulto e infantil estão superlotados, o que provocou adiamento de cirurgias eletivas (marcadas). A recomendação é para que pacientes busquem outras unidades de saúde. A assessoria de imprensa emitiu a seguinte nota:

  1. Os Prontos-Socorros (PS) Adulto e Infantil do convênio do Sistema Único de Saúde (SUS) estão superlotados;

  1. Temos o Convênio SUS com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) que disponibiliza o MÁXIMO de 20 leitos, estando hoje acima dos 45 no PS de Adulto;

  1. No PS Infantil, temos capacidade MÁXIMA de 6 leitos, hoje com 10 pacientes, sendo 3 intubados, em ventilação mecânica;

 

  1.  Aumentamos o número de médicos e equipe de enfermagem para preservar a segurança técnica assistencial e garantir o atendimento com qualidade e segurança, porém, perante a superlotação dos Prontos-Socorros, não há mais espaço físico e equipamentos para suprir a demanda;

  1. A superlotação é comunicada diariamente aos órgãos públicos competentes e à Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS);

  1. Diante deste cenário, solicita o apoio da imprensa, a fim de orientar a população sobre a situação e procurar outras instituições de saúde.


VEJA MAIS

0 Comentários

25

abr

2019

SOBE PARA 1028 O NÚMERO DE CASOS DE DENGUE EM AMERICANA

Postado por: keller stocco

Subiu para 1028 o número de casos de dengue, em Americana. A informação foi divulgada na tarde desta quinta-feira (25) pela assessoria de imprensa da prefeitura. Já o número de casos suspeitos chega a 2122. No último dia 10, um aposentado de 68 anos, morador no São Domingos, faleceu com suspeita da doença.


VEJA MAIS

0 Comentários

24

abr

2019

SECRETARIA DE SAÚDE DE AMERICANA OFERECE VAGA DE ESTÁGIO EM FARMÁCIA

Postado por: keller stocco

A Secretaria de Saúde de Americana está oferecendo uma vaga de estágio remunerado para estudante de Farmácia, preferencialmente que esteja cursando o segundo ou terceiro ano e que resida no bairro Antônio Zanaga ou proximidades. O aluno precisa estar matriculado no período noturno, visto que deverá cumprir carga horária de 30 horas semanais, sendo nos períodos da manhã e tarde.

O valor da bolsa é de R$ 800,00 e mais R$ 100,00 de vale-transporte. Interessados podem enviar currículo, até o dia 30 de abril para rhpsi@saudeamericana.com.br

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

22

abr

2019

AMERICANA TEM CASOS SUSPEITOS DE CHIKUNGUNYA E FEBRE AMARELA

Postado por: keller stocco

A assessoria de imprensa da Prefeitura informou nesta segunda-feira (22) que Americana tem dois casos suspeitos de Chikungunya e outros dois de Febre Amarela. Já em relação a Dengue, o número de casos positivos chegou a 850. Os bairros com maior incidência são Jardim América II, Zanaga e Nova Carioba. O município ainda não registrou nenhum óbito, porém a morte de um aposentado de 68 anos, morador no São Domingos, ainda é investigada.

DENGUE:

dengue é uma doença viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. A infecção por dengue pode ser assintomática, leve ou causar doença grave, levando à morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Na fase febril inicial da doença pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes, sangramento de mucosas, entre outros sintomas.

FEBRE AMARELA:

Febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus e transmitida por mosquitos. Os principais sintomas da febre amarela são febre, dor muscular, náuseas e vômitos, perda de apetite e fraqueza. Na fase aguda da doença os sintomas costumam durar entre três e quatro dias e passam sozinhos.

CHIKUNGUNYA:

A febre chikungunya é uma infecção causada pelo vírus de mesmo nome que provoca sintomas como aumento na temperatura corporal e mal-estar, em um quadro que lembra gripe ou mesmo dengue. Mais do que isso, o problema está por trás de fortes dores nas articulações.

O chikungunya (ou CHICKV) é transmitido pela picada de dois mosquitos, o Aedes agypti, comum nas cidades brasileiras, e o Aedes albopictus, mais restrito a locais cheios de vegetação


VEJA MAIS

0 Comentários

22

abr

2019

VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE ENTRA EM NOVA ETAPA A PARTIR DESTA SEGUNDA

Postado por: keller stocco

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em nova etapa hoje (22) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir da próxima segunda-feira (29), o Ministério da Saúde abrirá ao restante do público-alvo.

A partir desta segunda, também podem receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, com a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

A doença

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.

No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas. No caso específico do Amazonas, a circulação, de acordo com o ministério, segue o período sazonal da doença potencializado pelas chuvas e enchentes e consequente aglomeração de pessoas.

Até o fim de março, antes do lançamento da campanha, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O Amazonas foi o estado com mais casos registrados: 118 casos e 33 mortes. Por isso, a campanha foi antecipada no estado.

Fonte: Agência Brasil.


VEJA MAIS

0 Comentários

13

abr

2019

PREFEITURA VAI INAUGURAR POSTO DE SAÚDE NO JD. DONA ROSA, EM AMERICANA

Postado por: keller stocco

O prefeito Omar Najar, juntamente com o Secretário Municipal de Saúde, Gleberson Miano, inaugura, nesta segunda-feira (15/4), às 10h30, a UBS (Unidade Básica de Saúde) Dona Rosa “Dr. Silvério Otaviano de Souza”, na região do Parque da Liberdade. A unidade está localizada na Rua da Solidariedade, nº 1.080, Jardim Dona Rosa.

A UBS Dona Rosa será estruturada com o mesmo efetivo, tanto humano quanto material, da unidade ESF (Estratégia Saúde da Família) do bairro Mário Covas, que permanecerá fechada para reformas. A mudança dos equipamentos e mobiliários já foi realizada para o novo prédio que passará a atender, a partir de segunda-feira, a população referenciada na unidade Mário Covas.

A obra fazia parte de um antigo projeto de UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) que foi readequado ao modelo de atendimento básico, visto que o município não dispõe de recursos financeiros e humanos suficientes para manter uma UPA nos moldes exigidos pelo governo federal. A obra foi possível graças a contrapartida com a incorporadora Jardim Pacaembu SPE, que custeou a obra.

Fonte e imagem: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

10

abr

2019

COMEÇA HOJE A CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE

Postado por: keller stocco

Como hoje (10),  a 21ª Campanha de Vacinação contra Influenza em todas as unidades básicas de saúde, das 8h às 16h. Inicialmente serão vacinadas as gestantes e crianças entre seis meses e seis anos (cinco anos, 11 meses e 29 dias). A partir do dia 22 de abril até o dia 31 de maio, será a vez dos outros grupos prioritários, nos quais se incluem pessoas acima de 60 anos, puérperas, trabalhadores da saúde, professores do ensino regular (básico, fundamental, médio e superior), inclusive as auxiliares de desenvolvimento infantil (ADIs) e estagiários que atuam dentro das salas de aula. A partir do dia 31 de maio as unidades continuarão com a vacina para crianças e gestantes, inclusive com atualização da caderneta de vacinação, uma vez que esse grupo de indivíduos teve a menor cobertura na campanha do ano passado.

Somente para a primeira etapa o município deverá receber um lote de 6 mil doses da vacina. A meta é vacinar 90% da população-alvo. A Vigilância esclarece ainda que a vacina é inativada, produzida a partir de vírus morto fragmentado e protege contra influenza A H1N1, influenza A H3N2 e influenza B e está contraindicada somente para as pessoas que apresentam alergia grave a ovo ou que tiveram reações graves em doses anteriores.

Dia D para reforço
Visando maior cobertura vacinal e considerando a dificuldade que muitas pessoas têm para conseguir a vacina durante a semana, o Ministério da Saúde solicita que os municípios estabeleçam um dia no final de semana, durante a campanha, para atender essa parcela da população.

A data é conhecida como dia D e em Americana será no dia 4 de maio, quando algumas unidades de saúde permanecerão abertas entre 8h e 17h. O término da campanha está previsto para 31 de maio.

Influenza, ou gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente é caracterizada por início abrupto dos sintomas, que são predominantemente sistêmicos, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, dor muscular e falta de apetite, assim como sintomas respiratórios como tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção geralmente dura uma semana e com os sintomas sistêmicos persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais importante.

Pessoas idosas, crianças, gestantes e portadores de doenças crônicas possuem um risco maior de desenvolver complicações devido à Influenza, motivo pelo qual são consideradas como público alvo da campanha.


VEJA MAIS

0 Comentários

06

abr

2019

AMERICANA INICIA VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE

Postado por: keller stocco

Na próxima quarta-feira (10), terá início a 21ª Campanha de Vacinação contra Influenza em todas as unidades básicas de saúde, das 8h às 16h. Inicialmente serão vacinadas as gestantes e crianças entre seis meses e seis anos (cinco anos, 11 meses e 29 dias). A partir do dia 22 de abril até o dia 31 de maio, será a vez dos outros grupos prioritários, nos quais se incluem pessoas acima de 60 anos, puérperas, trabalhadores da saúde, professores do ensino regular (básico, fundamental, médio e superior), inclusive as auxiliares de desenvolvimento infantil (ADIs) e estagiários que atuam dentro das salas de aula. A partir do dia 31 de maio as unidades continuarão com a vacina para crianças e gestantes, inclusive com atualização da caderneta de vacinação, uma vez que esse grupo de indivíduos teve a menor cobertura na campanha do ano passado.

Somente para a primeira etapa o município deverá receber um lote de 6 mil doses da vacina. A meta é vacinar 90% da população-alvo. A Vigilância esclarece ainda que a vacina é inativada, produzida a partir de vírus morto fragmentado e protege contra influenza A H1N1, influenza A H3N2 e influenza B e está contraindicada somente para as pessoas que apresentam alergia grave a ovo ou que tiveram reações graves em doses anteriores.

Dia D para reforço
Visando maior cobertura vacinal e considerando a dificuldade que muitas pessoas têm para conseguir a vacina durante a semana, o Ministério da Saúde solicita que os municípios estabeleçam um dia no final de semana, durante a campanha, para atender essa parcela da população.

A data é conhecida como dia D e em Americana será no dia 4 de maio, quando algumas unidades de saúde permanecerão abertas entre 8h e 17h. O término da campanha está previsto para 31 de maio.

Influenza, ou gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente é caracterizada por início abrupto dos sintomas, que são predominantemente sistêmicos, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, dor muscular e falta de apetite, assim como sintomas respiratórios como tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção geralmente dura uma semana e com os sintomas sistêmicos persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais importante.

Pessoas idosas, crianças, gestantes e portadores de doenças crônicas possuem um risco maior de desenvolver complicações devido à Influenza, motivo pelo qual são consideradas como público alvo da campanha.


VEJA MAIS

0 Comentários