21

jul

2018

AMERICANA REGISTRA MAIS DOIS CASOS DE GRIPE H1N1

Postado por: keller stocco

A Vigilância Epidemiológica de Americana registrou mais dois casos de H1N1 esta semana. As pacientes são duas mulheres, uma de 69 anos moradora do bairro Jaguari, e outra de 25 anos, que reside no Santa Maria. Ambas já tiveram alta médica e passam bem.

No momento, Americana conta com 46 casos notificados de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave). Desse total, 29 foram descartados, cinco estão em andamento (aguardando resultado laboratorial) e 12 confirmados (seis de H1N1, cinco não tipados e um de gripe A sazonal H3). Dos casos positivos, foram notificados dois óbitos: uma mulher de 58 anos, que morava no bairro Parque Gramado e que faleceu no dia 15 de junho; e outra mulher, de 55 anos, que residia no bairro Jardim São Pedro. Ela morreu no dia 9 de junho depois de permanecer internada no Hospital São Francisco.

Outras duas mortes suspeitas por H1N1 estavam sendo investigadas pela Vigilância Sanitária. O caso da mulher de 45 anos, que residia na Chácara Letônia, falecida em 2 de julho, já está descartado. O outro, de uma mulher de 44 anos, que morava no Jardim dos Lírios e foi a óbito em 22 de junho, ainda não tem o resultado dos exames, e o diagnóstico segue em aberto.

Americana vacinou 36.249 pessoas contra a gripe. O número corresponde a 76% do público alvo da campanha.

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

18

jul

2018

AMERICANA OFERECE VACINA CONTRA SARAMPO

Postado por: keller stocco

A Vigilância Epidemiológica de Americana está intensificando o chamado para que os adultos que ainda não tomaram a vacina contra o sarampo compareçam a uma unidade básica de saúde para que os profissionais avaliem a situação de cada pessoa. Não se trata de campanha de vacinação, tampouco de imunização indiscriminada. O paciente deve apresentar a carteirinha de vacinação e só serão imunizados contra o sarampo aqueles que ainda não tomaram as doses ou estão com o esquema de vacinação incompleto.

A rotina de vacinação preconiza que adultos com até 29 anos devem tomar duas doses da vacina; e adultos de 30 a 58 anos, uma dose. A vacinação não é indicada para maiores de 58 anos porque a maioria das pessoas nessa faixa etária já teve sarampo.

Em agosto, o Ministério da Saúde promoverá uma campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite para crianças de 12 meses a menores de cinco anos de idade. A campanha será realizada de 06 a 31 de agosto, com a promoção de um dia D no sábado, 18 de agosto. Todas as crianças nessa faixa etária deverão ser vacinadas, independentemente da situação vacinal delas.

Ressalte-se que Americana não tem registrado casos de sarampo, a despeito do que vem ocorrendo em algumas cidades do País.

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

10

jul

2018

VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AMARELA SERÁ CENTRALIZADA A PARTIR DESTA TERÇA-FEIRA EM AMERICANA

Postado por: keller stocco

A vacinação contra a febre amarela será novamente centralizada em sete UBSs (unidades básicas de saúde), a partir desta terça-feira (10). O novo esquema foi necessário devido à baixa procura pelos moradores, o que vem ocasionando constantes perdas da vacina, já que o frasco (composto de dez doses) precisa ter o conteúdo totalmente utilizado em até seis horas depois de aberto. A medida também foi sugerida pelo GVE (Grupo de vigilância Epidemiológica) de Campinas, órgão ligado à Secretaria Estadual da Saúde.

O esquema vacinal será realizado da seguinte forma: Todas as segundas, quartas e sextas-feiras, das 9h às 15h, a vacina será oferecida nas unidades do Jardim São Paulo, Parque Gramado, Jaguari e Jardim Brasil. Já nas terças e quintas-feiras ela estará disponível nas unidades do bairro São José (região da Praia Azul), São Domingo e Mathiensen, sempre no mesmo horário.

Pessoas que irão viajar para o exterior devem ficar atentas, pois alguns países exigem o certificado internacional de vacinação contra a doença, que é emitido pela Vigilância Epidemiológica. Como existem algumas orientações específicas para receber o documento, o setor pede para que as pessoas liguem antes e façam o agendamento. Após receber a vacina, o organismo leva no mínimo dez dias para adquirir imunidade, portanto, quem tiver vigem programada deve solicitar o certificado com a devida antecedência.

Entre os anos 2.000 e 2.017 a Secretaria de Saúde vacinou 98.962 pessoas. Durante o primeiro semestre deste ano 21.763 indivíduos foram vacinados, totalizando 120.725 pessoas imunizadas contra a doença. Isto representa 52,14% de cobertura em relação ao número de habitantes do município. Atualmente existe em estoque de aproximadamente 5 mil doses à disposição das unidades que estão realizando a vacinação.

A vacina garante imunidade à doença para o resto da vida. O telefone da Vigilância Epidemiológica é o 3461-3338 e o endereço é Rua Hermes Fontes, nº 95, Vila Amorim – No antigo prédio da CIRETRAN.

O novo esquema irá começar a partir do dia 10 de julho, sempre das 9h às 15h:

UBS – Jardim São Paulo, Parque Gramado, Jaguari e Jardim Brasil – Segunda, quarta e sexta;

UBS São José (região da Praia Azul), São Domingos e Mathiesen – Terça e quinta.

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

05

jul

2018

SOBE PARA 9 O NÚMERO DE MORTOS POR FEBRE MACULOSA EM AMERICANA

Postado por: keller stocco

A Secretaria de Saúde informa que a Vigilância Epidemiológica confirmou hoje (5/7) mais dois casos de morte por febre maculosa no município. Agora são dez casos confirmados da doença, sendo nove óbitos, sete casos descartados e 18 ainda aguardando resultado laboratorial.

Um dos casos trata-se de um homem de 49 anos, residente no acampamento (área de ocupação) Roseli Nunes, região pós-represa do Salto Grande. Ele faleceu no dia 7 de junho, na Unicamp (Universidade de Campinas), onde estava internado. Como ele havia informado um endereço do município de Campinas, com a finalidade de ser atendido naquela instituição médica, o caso acabou não sendo notificado por Americana na época da internação. Há informações de que ele tenha frequentado o Rio Atibaia, sendo este o local provável de infecção.

O outro caso é de uma criança de dois anos, do sexo masculino, que foi atendida no Pronto-Atendimento do bairro Antônio Zanaga (PA Zanaga) entre os dias 30 de maio e 1º de junho, sendo que no dia 3 de junho deu entrada novamente na unidade, com parada cardiorrespiratória, vindo a falecer no mesmo dia.  A suspeita principal era de meningite, porém como o laboratório não diagnosticou nenhum tipo de doença meningocócica no material enviado, optou-se por realizar também a investigação para febre maculosa, que acabou sendo confirmada pelo Instituto Adolfo Lutz, de Campinas.  No caso desta criança, a contaminação pode ter sido acidental, já que não há relatos que ela tenha adentrado ou permanecido em alguma área de risco.

Prevenção

O PVCE (Programa de Vigilância e Controle de Carrapatos e Escorpiões) vem realizando palestras para os agentes comunitários de saúde que atuam na ESF (Estratégia Saúde da Família) com a finalidade de serem multiplicadores de informação sobre a doença. Além dos agentes, professores da rede municipal de ensino também estão sendo capacitados para trabalharem com o tema junto aos alunos da rede.  Além das palestras, o PVCE realiza um trabalho sistemático de pesquisa acarológica (identificação de carrapatos) em todas as áreas de mata ciliar e orla de represas do município, a fim de mapear os locais de infestação do Amblyomma Cajennense (carrapato-estrela), bem monitorar a dinâmica da transmissão da doença, visando alternativas para coibir o acesso a essas áreas.

Na área médica está sendo organizando uma capacitação para os médicos da rede pública e particular do município, com a finalidade de sensibilizar os profissionais quanto à suspeição e tratamento da doença, uma vez que os sintomas são semelhantes aos de outras doenças infecciosas, como dengue, leptospirose, hantavirose, meningite, febre amarela, entre outras.

A Secretaria de Saúde, por meio da Uvisa (Unidade de Vigilância em Saúde) e em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, está monitorando as diversas áreas sinalizadas com placas de advertência quanto ao risco de contaminação. Em muitas delas, as placas sofreram vandalismo e outras chegaram a ser arrancadas. A previsão é de que para a próxima semana 27 placas adquiridas pela Secretaria de Meio Ambiente sejam repostas.

 Além disso, foram produzidos 15 mil folders, os quais vêm sendo distribuídos pelos agentes comunitários de saúde, principalmente na região do bairro Antônio Zanaga, onde está concentrada a maioria dos casos. Também está em fase final de produção 100 mil flyers (tipo de folheto) que serão distribuídos pelos servidores da Secretaria de Saúde que realizam atividades externas, como os agentes de controle da dengue, agentes do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), fiscais da Vigilância Sanitária, entre outros. A Secretaria de Educação também solicitou a produção de mais 14 mil folders para serem distribuídos junto aos alunos da rede do ensino fundamental.

Americana apresenta as seguintes áreas classificadas de risco para a febre maculosa:

  • Área da Carioba (pesqueiros do Rio Piracicaba, próximos ao Parque Têxtil da Rua Carioba).
  • Área da Casa de Cultura Herman Müller (mata ciliar adjacente ao Ribeirão Quilombo)
  • Área do Rio Jaguari (Região Pós-Represa do Salto Grande / chácaras nas proximidades da Colônia Agrícola do Sobrado Velho)
  • Área do Museu Histórico (pesqueiros na confluência dos Rios Atibaia e Jaguari)
  • Área do Assentamento Milton Santos (matas ciliares do Rio Jaguari e Córrego Jacutinga)
  • Área da Ponte do Rio Piracicaba / Rodovia Anhanguera (pesqueiros locais)
  • Área do Rio Piracicaba (pesqueiros na proximidade do Centro de Detenção Provisória)
  • Área da Represa do Jardim Imperador (Área do Portal dos Nobres)
  • Área da Praia dos Namorados (orla da Represa do Salto Grande)
  • Área do Bairro Mirandola (pastos e matas periféricas)
  • Área da Praia do Zanaga (braço da Represa do Salto Grande entre os Bairros do Zanaga e Vale das Nogueiras)
  • Área da Usina da CPFL (Represa do Salto Grande)
  • Área da Praia Azul (orla da Represa do Salto Grande)
  • Área do Ribeirão Quilombo (toda a extensão)
  • Área Verde do Parque Nova Carioba (mata ciliar do Córrego Bertini)

A Secretaria de Saúde pede aos munícipes para que evitem as áreas de risco, entretanto, caso seja necessária a frequência nestes locais, é importante tomar os seguintes cuidados:

  • Utilizar roupas claras porque facilitam a visualização dos carrapatos;
  • Colocar a barra das calças dentro das meias e calçar botas de cano alto;
  • Examinar o corpo cuidadosamente a cada três horas pelo menos, porque esses carrapatos transmitem a bactéria causadora da febre maculosa, depois de algumas horas após a picada na pele;
  • Tenha cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado à pele, fazendo-o mediante uma leve torção;
  • Se em um período de 2 a 14 dias após frequentar estes locais, o indivíduo apresentar febre alta, dores no corpo, dores de cabeça, calafrios e manchas avermelhadas na pele, deverá procurar imediatamente o serviço de saúde e no momento da consulta informar ao médico sobre o contato com carrapatos.

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

03

jul

2018

CRIANÇA DE 4 ANOS MORRE DE FEBRE MACULOSA

Postado por: keller stocco

Uma criança de 4 anos morreu de febre maculosa, em Limeira. A morte aconteceu no dia 20 de Maio, mas a informação só foi divulgada nesta segunda – feira (2), pela secretaria de saúde daquela cidade. Após o óbito, o Instituto Adolfo Lutz realizou exames e diagnosticou a doença. A família esteve pescando na área rural entre Americana e Limeira, onde pode ter ocorrido a contaminação pela picada do carrapato-estrela. Esse foi o primeiro caso de morte no município causado pela doença nesse ano. Já em Americana, 7 pessoas faleceram. A secretaria de saúde mapeou 15 áreas de risco:

  • Área da Carioba (pesqueiros do Rio Piracicaba, próximos ao Parque Têxtil da Rua Carioba).
  • Área da Casa de Cultura Herman Müller (mata ciliar adjacente ao Ribeirão Quilombo)
  • Área do Rio Jaguari (Região Pós-Represa do Salto Grande / chácaras nas proximidades da Colônia Agrícola do Sobrado Velho)
  • Área do Museu Histórico (pesqueiros na confluência dos Rios Atibaia e Jaguari)
  • Área do Assentamento Milton Santos (matas ciliares do Rio Jaguari e Córrego Jacutinga)
  • Área da Ponte do Rio Piracicaba / Rodovia Anhanguera (pesqueiros locais)
  • Área do Rio Piracicaba (pesqueiros na proximidade do Centro de Detenção Provisória)
  • Área da Represa do Jardim Imperador (Área do Portal dos Nobres)
  • Área da Praia dos Namorados (orla da Represa do Salto Grande)
  • Área do Bairro Mirandola (pastos e matas periféricas)
  • Área da Praia do Zanaga (braço da Represa do Salto Grande entre os Bairros do Zanaga e Vale das Nogueiras)
  • Área da Usina da CPFL (Represa do Salto Grande)
  • Área da Praia Azul (orla da Represa do Salto Grande)
  • Área do Ribeirão Quilombo (toda a extensão)
  • Área Verde do Parque Nova Carioba (mata ciliar do Córrego Bertini)

A Secretaria de Saúde ainda pede aos munícipes para que evitem as áreas de risco, entretanto, caso seja necessária a frequência nestes locais, é importante tomar os seguintes cuidados:

  • Utilizar roupas claras porque facilitam a visualização dos carrapatos;
  • Colocar a barra das calças dentro das meias e calçar botas de cano alto;
  • Examinar o corpo cuidadosamente a cada três horas pelo menos, porque esses carrapatos transmitem a bactéria causadora da Febre Maculosa, depois de algumas horas após a picada na pele;
  • Tenha cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado à pele, fazendo-o mediante uma leve torção;
  • Se em um período de 2 a 14 dias após frequentar estes locais, o indivíduo apresentar febre alta, dores no corpo, dores de cabeça, calafrios e manchas avermelhadas na pele, deverá procurar imediatamente o serviço de saúde e no momento da consulta informar ao médico sobre o contato com carrapatos.

 


VEJA MAIS

0 Comentários

29

jun

2018

CRIANÇA DE 4 ANOS ESTÁ INTERNADA COM MENINGITE EM AMERICANA

Postado por: keller stocco

A Vigilância Epidemiológica de Americana notificou e está acompanhando um caso de meningococemia em um menino, de quatro anos, morador do bairro Praia Azul, em Americana. A notificação ocorreu no dia 25 de junho como meningite bacteriana, já que os sintomas eram sugestivos para a doença. Na ocasião, foram enviadas amostras de sangue e líquor ao Instituto Adolfo Lutz.

Nesta quinta-feira (28/6) o resultado do exame de sangue (hemocultura) demonstrou a presença de bactéria Neisseria meningitidis C, também conhecida como meningococo C. Ainda resta conhecer o resultado do líquor, que ainda está em análise laboratorial. A criança permanece com quadro estável e encontra-se internada no Hospital São Lucas, de Americana.

Em março deste ano a Vigilância notificou um caso de meningite bacteriana em outra criança, na mesma escola onde o menino estuda, porém o agente causador da doença era diferente do caso atual, além disso, as crianças não frequentam a mesma sala de aula, deixando evidente que os casos não têm relação entre si.

A Vigilância entrou hoje em contato com a escola e já definiu o esquema de profilaxia em todas as crianças da mesma sala de aula do menino, assim como em seus familiares, conforme protocolo do Ministério da Saúde. Imagem: Ilustração.

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

25

jun

2018

VACINA CONTRA A GRIPE ESTÁ LIBERADA PARA ADULTOS E CRIANÇAS EM AMERICANA

Postado por: keller stocco

A partir de segunda-feira (25/6), a Vigilância Epidemiológica irá disponibilizar a vacina conta a gripe para adultos de 50 a 59 anos e crianças entre cinco e nove anos, além dos outros grupos prioritários já definidos durante a campanha. A medida será mantida até que haja vacina no estoque e visa ampliar a cobertura para reduzir os riscos de transmissão do vírus, já que a meta de vacinar 90% da população-alvo não foi atingida pela maioria dos estados brasileiros. De acordo com o Ministério da Saúde, apenas três unidades da federação (Ceará, Amapá e Goiás) conseguiram atingir a marca.

A campanha contra a gripe chega ao fim no dia 22 de junho, mas para os estados e municípios que não conseguiram atingir a meta, o Ministério da Saúde recomendou continuar vacinando, incluindo as novas faixas etárias, porquanto houver disponibilidade da vacina.

Os critérios para ampliar às novas faixas etárias foram discutidos pelo Ministério da Saúde junto ao Comitê Técnico Assessor em Imunização (CTAI), Grupo Técnico de Vigilância em Saúde (GTVS) e Comissão Intergestores Tripartite (CIT) e foram definidos conforme a situação epidemiológica e vulnerabilidade para complicações.

A partir das discussões, houve consenso de que indivíduos entre 50 e 59 anos geralmente apresentam maior carga de doenças, o que faz elevar o percentual de risco e maior vulnerabilidade para óbito. Já as crianças de cinco a nove anos, segundo a avaliação dos técnicos, respondem melhor à vacinação, sendo elas um dos grupos de maior potencialidade na transmissão do vírus na comunidade.

Em Americana a vacina continuará disponível em todas as UBS (unidades básicas de saúde), de segunda à sexta, das 8h00 às 16h00, até que se esgote o estoque, que atualmente está em torno de mil doses. É fundamental a apresentação da caderneta de vacinação, principalmente para as crianças. Desde o início da campanha até o dia 20 de junho, o município havia atingido 67,7% da meta.

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

16

jun

2018

AMERICANA INTENSIFICA VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AMARELA

Postado por: keller stocco

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio Departamento Regional de Saúde de Campinas (DRS-VII), irá intensificar a vacinação contra a febre amarela entre os dias 18 e 29 de junho. O motivo, segundo o órgão estadual, é que ainda continua havendo transmissão da doença entre macacos em alguns municípios da região de Campinas.

A Vigilância Epidemiológica de Americana pede às pessoas que ainda não foram vacinadas, para que procurem uma das unidades básicas de saúde durante a semana, das 9h às 15h, para receberem a dose, que é a principal forma de prevenção. A imunidade ao vírus acontece após 10 dias da aplicação, e apenas uma dose basta para que a pessoa adquira imunidade para o resto da vida.

Segundo a Vigilância, entre o ano 2000 e 2017 foram vacinadas 98.968 pessoas e em 2018, até a primeira semana de junho, foram 20.637 indivíduos imunizados em Americana.Considerando o total de pessoas vacinadas até agora, o município atingiu uma cobertura de aproximadamente 50% da população. “Eu gostaria de fazer um alerta a toda a população, que a febre amarela é uma doença muito grave e continua sendo transmitida entre os macacos e os seres humanos, onde a vacina é a principal forma de prevenção”, ressaltou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Simone Maciel.

Ainda de acordo com a Vigilância, há em torno de 5 mil doses em estoque na Secretaria de Saúde e um quantitativo não especificado que foi distribuído para todas as unidades básicas. Além disso, caso o município necessite obter uma quantidade maior de doses, poderá acessar o almoxarifado do GVE (Grupo de Vigilância Epidemiológica), do Departamento Regional, para retirada do produto que se encontra à disposição dos municípios pertencentes à DRS-VII.

A vacina não está indicada para crianças menores de nove meses, mães que amamentam bebês de até seis meses, portadores de Imunodeficiência Congênita ou Adquirida, infectados pelo HIV com alteração imunológica, pessoas que estão submetidas à quimioterapia e ou radioterapia, pessoas que fazem uso de corticóide em doses elevadas, gestantes, pacientes com história pregressa de doença do timo (miastenia gravis, timoma), pessoas com história de alergia após dose anterior da vacina ou após ingestão de ovo. Usuários que foram submetidos a qualquer tipo de transplante de órgãos e os renais crônicos somente serão vacinados mediante autorização médica.

Fonte e imagem: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

12

mai

2018

VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE SERÁ NESTE SÁBADO EM 10 POSTOS DE SAÚDE DE AMERICANA

Postado por: keller stocco

Neste sábado (12) das 8h às 17h, será realizado o dia D de Vacinação contra a Influenza em 10 unidades básicas de saúde de Americana. Nesse dia, todos os grupos prioritários serão atendidos, já que o principal objetivo desta ação será ampliar a cobertura vacinal nos 46.477 indivíduos pertencentes aos grupos prioritários do município, entre eles idosos, crianças de seis meses a cinco anos, gestantes e puérperas, profissionais da saúde, portadores de comorbidades e professores. A meta para este ano é vacinar 90% dessa população-alvo.

A vigilância epidemiológica informou que haverá um lote de 11 mil doses distribuídas entre as unidades básicas de saúde dos bairros Vila Mathiensen, Jardim São José (região da Praia Azul), Jardim Alvorada, Jaguari, Antônio Zanaga, Parque Gramado, Residencial Mário Covas, São Luiz, Jardim São Paulo e São Domingos, totalizando dez unidades que permanecerão abertas.

A vacina está contraindicada para as pessoas que apresentam alergia grave a ovo ou que tiveram reações graves em doses anteriores.  O término da campanha está previsto para 1º de junho deste ano.

A Influenza, também conhecida como gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente é caracterizada por início abrupto dos sintomas, que são predominantemente sistêmicos, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, dor muscular e falta de apetite, assim como sintomas respiratórios como tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção geralmente dura uma semana e com os sintomas sistêmicos persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais importante.

Endereços das unidades básicas de saúde:

– Rua das Alfazemas, nº 316 – Vila Mathiensen;

– Rua Agostinho Turrão, nº 150 – bairro São José;

– Rua dos Asteroides, nº 298 – Jardim Alvorada;

– Rua Lupicínio Rodrigues, nº 165 – bairro Jaguari;

– Rua Ademar Tavares, nº 185 – Antonio Zanaga;

– Avenida da Amizade, s/n – Parque Gramado;

– Rua da Aliança, nº 648 – bairro Mário Covas;

– Rua Arno Togneta, nº 321 – bairro São Luiz;

– Rua das Poncianas, nº 900 – Jardim São Paulo;

– Rua Salvador Giordano, nº 320 – São Domingos.

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

07

mai

2018

INSTITUTO ADOLFO LUTZ INVESTIGARÁ DUAS MORTES NO HM DE AMERICANA

Postado por: keller stocco

A vigilância epidemiológica do município de Americana foi notificada sobre duas mortes ocorridas no último final de semana no Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi”. A causa não foi confirmada e amostras laboratoriais foram enviadas ao Instituto Adolfo Lutz, que irá investigar se foram ocasionadas por febre amarela, dengue, febre maculosa ou leptospirose.

Um dos pacientes, um homem de 53 anos, morador do bairro São Vito, deu entrada no HM no dia 4 de maio, com febre, mal-estar, dor abdominal, dores musculares e convulsão. Ele ainda apresentava predisposição para hemorragias, já que estava com taxa de plaquetas muito baixa. O paciente não resistiu e morreu no sábado, dia 5. De acordo com familiares, nos últimos 15 dias ele esteve em uma pescaria, porém não souberam informar o local exato.

O outro paciente, também um homem, de 25 anos, morador do bairro Jardim São Paulo, foi internado no dia 3 de maio, mas veio a falecer no dia seguinte. Ele apresentava febre, náuseas, dores no estômago, vômito, dor abdominal, dores musculares e prostração. A família informou que ele esteve recentemente em uma área rural, mas a vigilância ainda não conseguiu dados sobre a exata localização. Neste caso foram colhidas amostras para sorologia referente à febre maculosa e febre amarela.

Fonte: Assessoria de Imprensa.


VEJA MAIS

0 Comentários

Páginas:123456»