PM DETÉM JOVEM POR POSTAGEM OFENSIVA A MAGISTRADO


Um jovem foi detido na noite desta segunda – feira (2), após postar nas redes sociais mensagens ofensivas a um magistrado que atua no fórum de Artur Nogueira.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o rapaz ofendeu o Juiz de Direito Paulo Henrique Aduan, após decisão do tribunal do juri que absolveu um Guarda Municipal por homicídio. Os militares conseguiram identificar e localizaram o estudante em uma universidade de Engenheiro Coelho. Antes de ser conduzido para uma unidade da Polícia Civil (PC), o rapaz informou que havia entorpecente na sua residência. No imóvel, foram encontradas 2 porções de maconha e 2 celulares de origem duvidosa. A PM ainda informou que o jovem admitiu ter vendido 2 porções de maconha por R$25,00. A autoridade da PC determinou a elaboração de um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desacato e posse de drogas. Após a elaboração da ocorrência, o estudante foi liberado.

Para o comandante da 3 Companhia (CIA) do 19 Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI) e especialista em Direito Penal, capitão Alexandre Hoio, fatos dessa natureza terão sempre uma resposta das autoridades locais, pois a liberdade de expressão nas postagens tem como limitador o próprio Código Penal e respeito às autoridades.  ” É inadmissível que uma pessoa possa  fazer o que quiser se escondendo em um perfil de rede social. Todos que ofenderem terceiros serão procurados e responsabilizados pelas suas postagens. Temos que combater esse tipo de atitude e o brasileiro precisa aprender a  respeitar as autoridades constituídas, pois elas emanam do próprio povo, seja direta e indiretamente. No caso em tela, o indiciado sequer teve o cuidado de entender que a absolvição não foi dada pelo juiz e sim pelo juri, que é  um colegiado composto por cidadãos comuns da própria cidade”, afirmou o oficial da PM. Imagem: PM


Facebook

Publicado em: 3 de abril de 2018 Autor: keller stocco Categoria: AS BALAS DA POLICIA